Descobrir os Passadiços do Paiva

O verão finalmente chegou e tu queres desfrutar das tuas folgas da melhor forma, chegas à praia e mal tens espaço para estender a toalha, a criança ao lado insiste em encher-te de areia e a água do mar congela-te o cérebro assim que toca um dedinho do pé. Ok, respira. A solução para fugir às multidões e aos locais sobrelotados está aqui, em perfeita comunhão com a natureza. Vamos alinhar os chacras?

Perdidos na beleza natural do concelho de Arouca, os Passadiços do Paiva estão a ganhar cada vez mais fãs, contudo, nem toda a gente tem coragem para enfrentar os 8 quilómetros de subidas, descidas e muitas escadas. A verdade é que as paisagens de cortar a respiração fazem valer todo o esforço, entre os vales cortados pelo rio Paiva, vemos cascatas, encontramos prístinas praias fluviais e descobrimos os sons da natureza, quer seja o borbulhar da água pelas rochas ou os pássaros que nos sobrevoam.

Início dos passadiços em Espiunca.

Para quem pretende fazer o percurso de ida e volta, é aconselhado começar em Espiunca, onde a dificuldade do percurso apenas se acentua após os primeiros 6 quilómetros, quando nos deparamos com uma infernal escadaria de madeira. Em média, a viagem por este santuário natural demora cerca de 2 horas e meia, dependendo da condição física de cada um. É indispensável levar bastante água, protetor solar e calçado confortável.

Inspira fundo e toca a subir!

No final da caminhada somos recompensados com a praia fluvial do Areinho, um areal com vários espaços de sombra, um bar de apoio e uma porção cristalina e do Paiva, onde podemos ver os imensos peixes a fugir assim que entramos na água para nos refrescar. Caso a intenção for mesmo fazer ida e volta, convém iniciar o percurso logo pela manhã, quando o sol ainda não está muito forte, aproveitando para fazer praia e descansar no Areinho, com tempo de sobra para depois regressar.

Caso apenas se pretenda fazer o percurso de ida, é mais acessível começar pelo Areinho. Para voltar, existem vários serviços de transporte que se podem contratar, privados ou táxis.

Caudal do rio Paiva em Julho.

No último trimestre deste ano, os passadiços vão ganhar um novo atrativo, impróprio para quem sofre de vertigens, uma ponte com 500 metros de comprimento suspensa a 150 metros de altura, completamente transparente.

É recomendada a reserva prévia na página oficial dos Passadiços do Paiva, pois as entradas são limitadas. O custo é de apenas 2€.

Infelizmente, estas regiões não são facilmente acessíveis de transportes públicos. Se eventualmente não tiveres viatura própria, clicando aqui podes procurar carros para alugar, com a ajuda da momondo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.